1


1 1 1
1

\ Principais Clientes

Os nossos projectos são desenvolvidos à medida de cada organização, visando ir ao encontro das verdadeiras necessidades dos clientes. Empresas como a Carris, Metro do Porto, STCP, CP entre outras são clientes da TRENMO

\ Saiba +


 
1 1 1

1 1 1
1

\ Parcerias

Além de assegurarem a formação avançada e contínua da sua equipa de trabalho, as parcerias que a TRENMO tem estabelecido transmitem também a urgência e a necessidade crescentes de promover o desenvolvimento de uma consciência social nos diferentes domínios relacionados com os transportes.

\ Saiba +












1 1 1




Aldeias de Memória




Motivação

Nos dias de hoje, assiste-se cada vez mais a um processo de desertificação das regiões do interior. Localidades ricas em património cultural acabam por perder as suas tradições pela ausência de continuidade e incentivo, consequência do volume cada vez maior de migração para as zonas litorais que oferecem novas oportunidades aos mais jovens. Acredita-se que este ciclo de desertificação é reversível, pretendendo-se contrariar a sua trajectória. Para tal, é necessário olhar para estes locais como potenciais nichos turísticos, de valor acrescentado, fornecendo capacidade para a geração de novas oportunidades de emprego, atraindo e fixando população.

Objectivos

O projecto apresentado pela TRENMO, no âmbito da candidatura ao QREN I&DT, visa a criação de novas capacidades e produtos, através da promoção de actividades de desenvolvimento experimental. Tendo por base a recolha de Histórias de Vida, pretende-se com este projecto criar uma ferramenta tecnológica inovadora, um sistema de informação, que vise o desenvolvimento económico das áreas rurais, e resulte na sua promoção e valorização social e económica.

A TRENMO pretende desenvolver as capacidades necessárias à criação de um instrumento que proporcione, a cada aldeia, a construção e divulgação da sua história, potenciando os seus recursos endógenos, regenerando-a e devolvendo-a à sociedade através da criação de verdadeiro valor social e económico. A chave da metodologia adoptada para criar esta ferramenta estará, por isso na capacidade de encontro de factores diferenciadores em cada território, que permitam a valorização e promoção de elementos genuínos e únicos, dando nova dinâmica a uma identidade que existe, mas que se encontra, de um modo geral, oculta.

Este Sistema de Informação pretende ser um catalisador do desenvolvimento do interior do país, em especial do meio rural, associado à forma de olhar e rentabilizar os atributos de um território, presentes nas suas tradições, nas suas paisagens, e principalmente na sua população, com as suas histórias e talentos.

Produto e Metodologia

Este produto e metodologia adoptada, partiram de uma visão local, micro, com intervenientes vivos, em direcção à visão mais macro. O convite à navegação digital é a porta de entrada para o mundo real que de seguida se quer visitar, conhecer, interagir, procurando que daqui surjam pólos de geração económica.

Sendo um projecto inovador há que efectuá-lo a uma escala piloto, a qual está prevista nesta candidatura, tendo início com a aldeia de Soito da Ruiva e posteriormente replicada às restantes 7 aldeias.

Tendo por base um eixo de oito aldeias do concelho de Arganil (Benfeita, Pardieiros, Monte Frio, Mourísia, Soito da Ruiva, Piódão Chãs d’Égua (inclui o Torno) e Foz d’Égua), num universo de 153 pessoas, pertencentes a 4 Freguesias, Benfeita, Moura da Serra, Pomares e Piódão, procedeu-se à recolha, das Histórias de Vida dos seus habitantes, através da metodologia com o mesmo nome.

Esta metodologia permite acrescentar à realidade histórica das suas aldeias testemunhos feitos na primeira pessoa.

Este produto permite-nos não só conhecer e compreender o património existente, as rotinas dos seus habitantes, as actividades rurais e os sabores tradicionais, como também as características intrínsecas de uma população, aspectos que foram conjugados na perspectiva da criação de valor.

Este Sistema de Informação apenas fez sentido pelo envolvimento da população e Associações Locais.

Este Sistema de Informação poderá ser replicável a todas as áreas do interior, inclusivamente no exterior.


FICHA TÉCNICA

• Projecto Desenvolvido por
TRENMO Engenharia SA
Sítios e Memórias, Lda

• Coordenação
Ana Cruz
Liliana Monteiro

• Edição
Carla Aguiar
Cláudia Simões
Hugo Pereira
Jenny Campos
Joana Ribeiro
Susana Pires

• Fotografia
Debaixo D’olho
José Maria Pimentel
Olívia Da Silva
Sérgio Andrade

• Design
YAH

 
   
1

© TRENMO 2005-2016 | Politica de Privacidade